quarta-feira, 23 de julho de 2008

o cliente ideal

porque me perguntaram,
porque tenho que tirar as teias de aranha a este cantinho, já que as outras duas Marias não o fazem...
porque me apetece...
(se correr mal, ahhh temos pena!)

o cliente ideal:
*
responde ao nosso bom dia olhando para nós, não para o chão.

*sorri para nós, na mesma intensidade do nosso sorriso (n precisa de ser um sorriso de alegria, apenas um sorriso educado)

*pergunta se queremos ajuda a ensacar (vamos recusar pelas regras, mas ás vezes...)

*não reclama do modo de ensacar (a menos que realmente haja razão para reclamar)

*não se poe a contar a vida dele/a, ou a perguntar da nossa... quer dizer, para clientes habituais, um simples "está tudo bem" basta. o que vier para além disso pode ser incómodo (atenção, eu disse pode. ás vezes sabe bem tagarelar sobre as coisas com os clientes habituais)

* quando nós informamos o valor da compra, nao se põe aos berros que nos devemos ter enganado. quanto muito diria algo do género: "epa, realmente a vida está muito cara" ao que nós responderiamos: "infelizmente é verdade". e ponto final

* dá-nos o dinheiro á mão e tenta arranjar moedas. quando vê que temos o troco feito, estica discretamente a mão, para que não tenhamos que nos "esticar" sobre a caixa para lhe dar o troco.

*despede-se de nós com a mesma simpatia que nós, com um "muito obrigado", e, para os habituais, um simpatico "gosto em vê-la, até á próxima."

não, não acabei de descrever uma utopia!!!
algo que não se percebe aqui, mas que resolvi explicar, é que nem todos os nossos clientes são burros/ignorantes/estupidos que nem portas/mal educados.
cada uma de nós tem sempre um vasto leque de "clientes habituais" .
aqueles clientes que quando se dirigem para as caixas vão de cabeça levantada a ver se está lá a "menina simpatica" de quem tanto gostam. e gostam mesmo.

muitas vezes eu não me lembro deles (queriam milagres? 200 clientes por dia, 6 dias por emana, não me lembro de todos!) e eles perguntam por mim, pela minha filha.
são esses clientes que me fazem ter orgulho no que faço.
não é o trabalho ideal, não.
para algumas de nós é apenas uma maneira de ganhar dinheiro até aperecer algo melhor.
mas que eu gosto de atender clientes, gosto.
só que ás vezes preciso de desabafar sobre alguns, porque me custa a crer que as pessoas sejam assim tão burras/estupidas que nem uma porta/mal educadas.

mas o cliente ideal?
basta ser simpatico e educado.
se forem ver bem, foi apenas isso que eu descrevi: uma pessoa simpatica e educada.

fiquem bem, e
boas compras :D

8 comentários:

Mikas disse...

adorei o vosso blog. é engraçado ver como os clientes fazem as coisas mais estúpidas e os empregados ainda têm que continuar a sorrir.

boa iniciativa

beijinhos *

eva disse...

De facto... cliente ideal parece ser bicho raro, mas ainda existe! Eu também comecei a aperceber-me disso quando passei para o lado de lá (ou de cá) do balcão... Para não falar de quando desarrumam a loja, apenas pelo gosto de desarrumar... é assim a vida :)

Juanna disse...

Arggg..ja trabalhei numa pastelaria e ha gente horrivelmente porca e mal-educada. E atençao.. trabalhei em Espanha e comento-vos que pelo menos em Portugal as pessoas nao sao tao porcas como aqui. Atiram tudo, mas mesmo tudo para o chao. Desde plasticos dos chupas, aos guardanapos usados, as migalhas, a beatas. Um nojo!

Sara disse...

Acabei de ler o vosso blog e devo dizer que é excelente, pure win!

Blog do Óbvio disse...

O Blog de vocês é sensacional. Pelo menos aquí no Brasil é exatamente isso que acontece. O ser humano é muito igual, né? Meus parabéns. Fiquei fã do BLOG.

Nuno disse...

Não irrita quando estão lá aquelas velhas a tentar dar 200 moedas de um cêntimo para pagar 2€?

E quando há mais 4 pessoas à espera?

E quando, chegado ao fim, ela não tem que suficiente e dá uma moeda de 2€?

E as velhinhas ainda têm desculpa, mas às vezes aparece cada trombuda, que OMFG!

Lol, por acaso não estou numa caixa de supermercado, mas trabalho atrás de um balcão a receber e a fazer o que for preciso e há delas que OMG!


Quanto ao cliente habitual, por acaso quando vou ao Modelo que fica mesmo ao pé de minha casa (por isso já vou lá quase dia sim dia não). Tento fazer isso, mas às vezes também há cada operadora de caixa que apetece mesmo! ARGH! Parecem umas trombudas que ali estão!


Enfim! Ah, e quanto a mim, também odeio ensacar as coisas, quer na florista da minha mãe (onde trabalho), quer no supermercado...

' Claudjinha disse...

eu sou uma cliente ideal :D

crissy disse...

Ainda apanho aqui alguma que vou pensar... hum... isto foi comigo! ;o) Beijocas - isto tá uma loucura - escrevam mais e eu deixo de comprar livros - passo a ler o blog - aqui dá para rir!!! E tira lá as mortalhas se faz favor!!!!